Follow by Email

terça-feira, 4 de setembro de 2012

A LISTA DAS EMPRESAS "CAMPEÃS" DE RECLAMAÇÕES DO PROCON




Pra quem acha que propaganda é a alma do negócio...

Quando acompanhamos o ranking de reclamações do Procon e vemos tantas empresas renomadas no topo da lista nos faz pensar se não seria mais conveniente que as grandes companhias investissem mais em tecnologia,em atendimento,em suporte técnico,em treinamento de funcionários (que parecem ter sido contratados a esmo) ,do que em propaganda enganosa...

Mais uma vez os bancos,a telefonia (celular e móvel) e o serviço de TV por assinatura estão"cabeça a cabeça" brigando pela ponta num vergonhoso ranking, onde quem perde é o consumidor.


http://sistemas.procon.sp.gov.br/rank/?m=d00797b8a76d949189eb147064458711



Em tempo : acho que as empresas ainda não entenderam o 'Código de Defesa do Consumidor',já que o desrespeita sistematicamente.

 Do blog de Maria Inês Dolci,no UOL : 

  "
Ao analisar o ranking on line de reclamações no site do Procon SP  o que chama a atenção é a predominância do sistema financeiro, que aparece nove vezes entre as 30 listadas como as mais reclamadas. Cobranças indevidas e descumprimento dos contratos, aparecem entre as queixas mais frequentes.Vamos completar 22 anos de aprovação do Código de Defesa do Consumidor dia 11 agora, mas o setor reluta em cumprir os direitos do consumidor.Infelizmente só na propaganda tudo parece ser uma maravilha. E depois no ranking estão as empresas de telecomunicações com as reiteradas queixas de má prestação de serviços.Pelo visto ainda será preciso muitos aniversários do CDC para que os nossos direitos sejam integralmente atendidos."








 PROCON NELES!!!!!!












2 comentários:

  1. O melhor é fugir dessas furadas, ou melhor, empresas. Odeio o Itaú, vive ligando querendo que a gente faça cartão. Outra que não gosto é a Magazine Luiza, só faltam pedir o tipo sanguineo pra abrir conta lá.

    ResponderExcluir
  2. Verdade.Somos apenas um número pra eles e não recebemos o devido respeito.Um abraço

    ResponderExcluir