Follow by Email

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Ator Caio Blat critica a Globo em entrevista











Um dos atores mais importantes do cinema nacional atualmente, Caio Blat participou de um evento promovido pela prefeitura de Suzano e, durante bate-papo com o público, acabou criticando a Globo. O encontro ocorreu em maio, mas um vídeo com as declarações do artista durante só foi publicado neste mês.
Falando sobre a divulgação do cinema nacional, o ator afirmou: “Ia ao ‘Vídeo Show’, ao programa do Serginho Groisman para falar do filme. Achava que era um trabalho natural de divulgação, foi quando descobri que essas coisas são pagas. Quando vou ao ‘Programa do Jô’ fazer uma entrevista, isso é considerado uma ação de merchandising, não é jornalismo”.
Ainda durante o encontro, Blat disse que “se você não fechar com a Globo Filmes, seu filme morreu. Não vai aparecer na TV Globo, não vai aparecer nas revistas (da editora Globo), seu filme vai ficar alienado”. O artista foi além e disse que, ao descobrir, como produtor, como funciona o processo de distribuição, ficou “enojado, horrorizado”.
Ao detalhar o contrato de distribuição dos longas nacionais, ele contou que o primeiro dinheiro a entrar na bilheteria fica com a Globo Filmes. “É um adiantamento que estamos fazendo. Olha o que eles dizem! Adiantamento fez quem realizou o filme, investiu muito antes”, afirmou ele, antes de questionar: “O que a Globo faz? Quanto ela gastou para fazer esse ‘investimento’? Nada. O programa deles tem que acontecer todos os dias, eles precisam de gente para ser entrevistada. (A Globo) Não gastou nenhum centavo. Aí ela vai na bilheteria do filme, seu filme conseguiu fazer R$ 1 milhão, você está devendo R$ 4 (milhões). O produtor nunca vê um centavo”.
Blat tem em seu currículo filmes como “Xingu”, “Bróder” e “Carandiru”, entre outros. Na televisão, o ator atuou, entre outras, nas novelas “Ciranda de Pedra”, “Morde & Assopra” e “Sinhá Moça”, todas da Globo.




domingo, 29 de julho de 2012

A AUDIÊNCIA DO DOMINGO DE MANHÃ





São Paulo – 11h46 
:record: 12.0
:sbt: 6.0
:globo: 3.2

A invenção do caixa dois




FERNANDO RODRIGUES
DE BRASÍLIA

O mês de agosto será marcado por uma guerra de versões entre os 38 réus durante o julgamento do mensalão.
Essas divergências se acentuaram ao longo dos anos, mas, quando o escândalo eclodiu, em 2005, muitos dos envolvidos formularam uma tese unificada sobre o dinheiro do esquema.
Tudo virou "caixa dois". É o jargão usado para o uso de dinheiro não declarado pelas campanhas.

A história é longa. Remonta ao início de 2003, primeiro ano de Lula na Presidência. Na época, o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza frequentava as sedes do PT. Loquaz, dizia aos dirigentes da sigla: "O PT me deve uns R$ 120 milhões".
Em meados de 2004 o então ministro da Casa Civil, José Dirceu, foi procurado por Silvio Pereira, secretário-geral do PT, que relatou o que ouvira. Dirceu retrucou: "Mas não eram só R$ 40 milhões?".

Dirceu nega a existência do diálogo. Já Silvinho, como é conhecido, relatou a conversa a mais de uma pessoa. Vistos em retrospecto, os indícios do início do governo Lula iam todos na direção de um esquema em formação.

O escândalo do mensalão se materializou em 6 de junho de 2005. Nessa data a Folhapublicou uma entrevista com o deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) afirmando que congressistas aliados recebiam o que ele chamava de "mensalão" de R$ 30 mil do PT.
Os petistas ficaram aturdidos. Não sabiam como reagir. Aí ocorreu algo inusitado. O discurso de defesa foi arquitetado pela mesma pessoa que forneceu recursos para o esquema: Marcos Valério.
Tudo seria apenas caixa dois. Dívidas de campanha que precisavam ser pagas. Algo que todos os políticos acabam praticando. Um achado. O mensalão passou a ser a versão oficial da defesa.

O ESCÂNDALO
Após a entrevista de Jefferson, a pressão aumentava a cada dia sobre o Planalto. Valério estava prestes a dar depoimento à Procuradoria.
O empresário mineiro deixou vazar numa sexta-feira (dia 8 de julho) que teria marcado sua ida à Procuradoria para a semana seguinte. Vários políticos entraram em contato com ele.
Delúbio Soares foi um deles. O tesoureiro do PT e das campanhas de Lula falou com Valério no sábado. Conversa tensa, com ameaças diversas.

Valério se dizia abandonado. Queria proteção. Falou em negócios de seu interesse que o governo não poderia deixar de tocar, como a liquidação do Banco Econômico.
Delúbio comprometeu-se a tratar desses pleitos com a cúpula do PT e do governo. Mas a comunicação era difícil naqueles dias. Na segunda-feira, 11 de julho, Delúbio foi a Belo Horizonte conversar com Valério. Poucos na direção do PT foram avisados. Era uma operação de alto risco, mas imprescindível para montar uma versão aceitável.

Enquanto Delúbio se mexia, o governo enviava bombeiros para conversas reservadas. Foi importantes nesse processo o governador do Acre, Jorge Viana, que conhecia o meio publicitário de Minas (a agência que fazia a propaganda de seu governo era a mineira ASA). Sua missão era acalmar o setor e evitar que mais pessoas começassem a dar entrevistas.
Ao mesmo tempo, o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel (hoje ministro), procurou políticos locais para colocar água na fervura.

Em Brasília, Lula se aconselhava com um antigo tesoureiro do PT, Paulo Okamotto. O ministro Antonio Palocci (Fazenda) acalmou os credores dos bancos Rural e BMG, usados no valerioduto. Preocupados com a eventual quebra das instituições, os credores ameaçavam acioná-las na Justiça. Ouviram de Palocci que deveriam aguardar, pois o governo não deixaria a situação sair do controle.

Em 12 de julho, dia seguinte à visita de Delúbio a Valério, fez-se uma reunião secreta em São Paulo em um escritório do advogado Arnaldo Malheiros Filho, responsável pelos casos de Delúbio e Silvio Pereira. Além de Delúbio, Silvio e dos advogados, estava no local José Genoino, presidente do PT quando o escândalo surgira. A reunião começou por volta de 9h.
No meio do encontro Delúbio disse: "Vocês não se espantem não, mas o Marcos Valério está chegando". Um jatinho com o publicitário e o advogado Marcelo Leonardo aterrissara por volta das 10h no Campo de Marte.

Por volta das 10h30, Valério e Marcelo Leonardo entraram e se isolaram por alguns minutos em uma das salas do escritório. Quando entraram na sala maior, onde estavam os outros, o empresário pediu a palavra. "Temos três hipóteses. A primeira é derrubar a República. Vamos falar tudo de todos. PT, PSDB, PFL, todos. Não sobra ninguém. A segunda hipótese é a tática





PC Farias: ficar calado. Só que ele ficou calado e morreu. A terceira hipótese é um acordo negociado, de caixa dois."
Todos ficam calados. Segundo um presente, "era como se estivéssemos todos congelados". Várias conversas paralelas começaram, até que cada um apresentou seu ponto de vista.
Genoino defendeu o governo Lula e a escolha da hipótese número 3. Essa foi a saída consensual.

Antes de a decisão ser aceita por todos, Delúbio, Valério e Genoino se reuniram separadamente numa sala. Depois da conversa reservada, o encontro maior não se instalou mais. Não houve anúncio formal, mas ficou subentendido que a saída era vender a versão do caixa dois ao público.

Já passava das 13h. A fome dos presentes foi saciada com sanduíches da padaria Barcelona, na praça Vilaboim, reduto tucano em São Paulo.
O primeiro a sair foi Valério. Ficaram no local os demais. Decidiu-se que no dia seguinte eles iriam a Brasília consultar o governo e as cúpulas dos partidos aliados. Malheiros providenciou o aluguel de um jatinho. Embarcaram cedo na quarta. Genoino preferiu não ir.
Ao chegar à capital federal, Malheiros e Delúbio se dividiram. O advogado foi ao encontro do então ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, hoje advogado de um ex-diretor do Banco Rural, que é réu. O petista se deslocou para a casa de um amigo.
Na conversa entre Thomaz Bastos e Malheiros, o governo teve pela primeira vez detalhes da versão do caixa dois. Bastos ouviu e falou da necessidade de todos afinarem o discurso.
Aprovou a estratégia, mas antes precisava submeter o acordo a Lula.
Nessa mesma quarta, Thomaz Bastos chamou Antonio Palocci e ambos foram até o presidente. Lula concordou com a versão. O ministro deu sinal verde a Malheiros.

CENTRAL
O endereço em que Delúbio se instalou em Brasília foi transformado em central da versão do caixa dois. Foram chamados ao local todos os políticos que precisavam ter o discurso ajustado. Em romaria, eles chegavam, tomavam conhecimento e concordavam com a estratégia.

Estiveram ali, pelo menos, Arlindo Chinaglia, José Janene, José Borba, Valdemar Costa Neto, Aloizio Mercadante, Ricardo Berzoini, Paulo Okamotto e Renato Rabelo. Entre os que foram consultados estão Dirceu e um representante do PTB.
No dia seguinte, quinta-feira (14 de julho), já com tudo acertado, Delúbio passou por Belo Horizonte para finalizar os detalhes do depoimento de Valério à Procuradoria, que acabou sendo feito nessa mesma data. Antes de prestar seu depoimento, o ex-tesoureiro tomou conhecimento do teor do que fora dito por Valério. O depoimento de Delúbio à Procuradoria ocorreu na sexta-feira, dia 15.

Na véspera desse depoimento, com o discurso afinado, os protagonistas da montagem da versão do caixa dois voltaram a São Paulo. Havia um clima mais relaxado. No dia 14, à noite, houve ainda duas reuniões para preparar o depoimento de Delúbio.
A primeira teve como protagonistas Genoino, Delúbio, Silvio Pereira, Ricardo Berzoini e José Dirceu. O advogado Arnaldo Malheiros chegou na metade do encontro. Nessa reunião o objetivo era checar de maneira pontual os detalhes que Delúbio abordaria.
Um exemplo de que o clima estava melhor foi o prazer a que se deu Delúbio, torcedor do São Paulo: ele assistiu ao final da partida em que seu time disputava a finalíssima da Libertadores --e foi campeão pela terceira vez. Após a partida, todos saíram para um segundo encontro, já na madrugada de sexta. Coube a Malheiros ligar para o procurador-geral da República, Antonio
Fernando Souza, para acertar o depoimento de Delúbio. Estava montada a versão do caixa dois.

Ato contínuo, em viagem a Paris, o presidente Lula deu entrevista na qual falou sobre a operação. O "Fantástico", da TV Globo, transmitiu o vídeo em 17 de julho: "O que o PT fez do ponto de vista eleitoral é o que é feito no Brasil sistematicamente". E mais: "Não é por causa do erro de um dirigente ou de outro que você pode dizer que o PT está envolvido em corrupção".

O escândalo começava a ficar domado. No discurso oficial, circunscrevia-se o mensalão a mero uso de dinheiro não contabilizado em campanha. Lula não virou réu.
Agora, sete anos depois, o STF julgará se é verossímil a versão do caixa dois, tão bem arquitetada naquele conturbado julho de 2005.






MAYARA PETRUSO E A TAL LIBERDADE DE EXPRESSÃO





  Pra quem não conhece,Mayara Petruso é uma garota mimada,superficial e classe média alta que se notabilizou por postar ofensas no Twitter no ano passado.

Amapá no CQC?!?! Só por isso que esta nos TT’s ? O povo pra se contentar com pouco.

Ela queria que suas postagens estivessem entre os assuntos mais comentados do Twitter e pra isso não mediu as palavras.

@BeatrizDuavy DOIDA PRA NASCER NO NORDESTE !?! PRA QUE ? PARA APRENDER A CARREGAR BALDE NA CABEÇA ? NÃO, OBG!

  Mayara percebeu que,sem outros talentos para se destacar na rede social,resolveu que o melhor caminho é o da polêmica sem limites.

@ramonbrant Ela não matou nenhum nordestino, nem ao menos pagou a ninquem! Qual crime ela cometeu? Preconceito ? QUEM NÃO TEM PRECONCEITOS?

A cada postagem ela percebeu que a repercussão era grande e isso vinha de encontro com seus intentos.

@ramonbrant Você sabe o que significa LIBERDADE DE EXPRESSÃO ? #babaca

As coisas que eram postadas no Twitter ganhavam eco nas redes sociais,mas ainda assim a passos lentos(ao menos para suas intenções)

Filho de Paraíba é domínio público, ninguém sabe quem é o autor!

O jeito foi radicalizar mais e mais seus comentários pra chamar a atenção dos seus “seguidores”

@daniellyalmeids VC REALMENTE NÃO ME CONHECE ? DEPOIS DIZEM QUE SOU DESINFORMADA! NO MINIMO VC É MAIS UMA CABEÇA CHATA!

Falta a certas pessoas que interagem nas  redes sociais um pouco mais de traquejo pra saber diferenciar uma pessoa polêmica,mas com conteúdo em seus comentários,e outra que busca meramente chamar a atenção.

@Gui_Bl Não ataco apenas o nordeste, mais tbm o norte, negros e indios! sim.... Posso ser homofobica se quiser!

Os frequentadores assíduos do Twitter não se aperceberam disto e foram dando a atenção que Mayara tanto buscava (e que provavelmente faltava em sua casa)

Paraíbano tem a cabeça chata porque, desde pequenino, o pai bate na sua cabeça e diz: - Quando cresceres, iras para S. Paulo, meu filho!

  Foi quando ela colocou sua postagem que,de uma forma ou de outra,atingiu seus objetivos e ganhou espaço até na mídia :




 Pra reforçar,em seu Facebook as coisas seguiam a mesma sintonia :





  Aí a rebordosa foi muito forte.Mesmo sendo uma estudante de direito,Mayara parecia se esquecer  de coisas simples,como evitar ofensas pessoais e atentar contra a honra alheia.Mas,e se ela tivesse parado antes desse último post?Muitos diriam que ainda sim teria que ser processada.Mas (excetuando-se o último post,mais uma vez)e a tal liberdade de expressão?As pessoas não tem o direito de dizer o que pensam,mesmo que seja de muito mal gosto,como neste caso?Dizer  gostar  de A ou B ou que não gosta, feri  a constituição?É discriminatório o que ela disse?Sim,mas tem uma mulher no Nordeste,que usava o mesmo Twitter pra disseminar ódio aos paulistas,afirmando que queria que todos eles morressem.E aí?
Quem já ouviu a música do grupo de rock nacional Ira! chamada “Pobre Paulista” define em parte o que pensam boa parte dos paulistanos e nem por isso foi censurada ou seus autores processados.Não estou dizendo que Mayara  estava certa ou errada,estou propondo um exercício de filosofia (barata,que seja,mas ainda sim).

Nos últimos anos muito se falou sobre a patrulha do “politicamente correto” e que não se pode expressar comentários sobre qualquer tipo,sem gerar ranger de dentes.Danilo Gentili recentemente fez uma piada com os moradores de Higienópolis sobre o metrô que passará por lá dizendo que os judeus(naquele bairro tem muitos) tinham trauma de um trem ,pois na última vez em que subiram em um foi em Auschwitz.Pegou pesado?Talvez.Foi discriminatório?Pouco provável.Apenas se expressou,mas com um assunto espinhoso.Quando muito,pode ser acusado de ter feito uma piada sem graça e de péssimo gosto.

   Durante anos houve uma pinimba entre SP e Rio,envolvendo até artistas famosos.A rivalidade chegou em patamares altíssimos e fez com que se criasse animosidade entre paulistanos e cariocas.Sem necessidade,já que são duas cidades grandes,com os mesmos problemas e com políticos incompetentes.Ainda sim,havia discriminação nessa pretensa rivalidade ?Não.Só burrice coletiva,fomentada pela mídia.

  Voltando a Mayara,seu pai,um comerciante de Bragança Paulista,no interior de SP,foi pego de surpresa pelas declarações infelizes e repudiou tudo o que disse sua filha que,por sinal é uma “cria” fora do casamento.Mas e aí,se eu dissesse que Mayara é uma filha bastarda,estaria sendo discriminatório?Não,apenas e tão somente  sendo de uma infelicidade e de um profundo mal gosto na escolha das palavras.Ainda sim,fazendo uso da tal liberdade de expressão.Para o bem ou para o mal.


 A sentença saiu em 04?02/2013 :

Condenada estudante acusada de discriminação no Twitter



Leia também :

Tucanaram a Prostituição

sábado, 28 de julho de 2012

Rio/16 vai deixar um ótimo legado: inferior ao dos Jogos de Seul/88




O grito eclodiu em uma palestra no Instituto de Arquitetos do Brasil/RJ. Ele partiu do engenheiro Manuel Herce, peça importante no sucesso da cidade de Barcelona, ‘made in’ anéis olímpicos.

Mas não ecoou na mídia, a não ser em uma notinha aqui e outro ali, para felicidade geral do governo (federal, estadual e municipal), do irrequieto Carlos ‘Rolando Lero’ Nuzman, do glorioso COB (caixinha, obrigado Brasil), e da turma chapa branca.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de os Jogos de 2016 deixarem para a Cidade Maravilhosa dos bueiros voadores o mesmo legado que Barcelona herdou em 1992, Herce respondeu com três otimistas palavrinhas: não, não e não. 

E referendou: o Rio será aquinhoado com benefícios inferiores aos de Seul/1988 e Londres/2012. A festa deverá ser bem organizada e divertida, mas a cidade continuará praticamente igual, mesmo com a criação de novas arenas e praças.

Ele citou como exemplo o Canal do Mangue, na Presidente Vargas: não há uma ponta de lápis num projeto para recuperá-lo.

A presidente da Empresa Olímpica Municipal, Maria Sílvia Bastos, garante que o legado será dos melhores: expansão do metrô; 150 km de ônibus rápidos; 30 km de veículo leve sobre trilhos; hotelaria saltando de 20 mil para 40 mil quartos... São Tomé já está de prontidão.

Por enquanto, o orçamento da Rio-2016 é estimado em R$ 30 bilhões, semelhante ao que os ingleses gastaram (e não três vezes mais, desculpe a nossa falha).

Porém como ninguém é de ferro na ‘Suíça sul-americana’ e ainda faltam quatro anos... O Pan (demônio) estava previsto para consumir R$ 400 milhões e custou mais de R$ 4 bilhões.


Do Blog de Jose Malia - ESPN


http://espn.estadao.com.br/post/271533_rio16-vai-deixar-um-otimo-legado-inferior-ao-dos-jogos-de-seul88


Número de usuários do Facebook nos EUA está caindo, diz relatório




Facebook parece estar perdendo usuários nos EUA e em outros grandes mercados, enquanto na Ásia a base de usuários do serviço está crescendo, de acordo com um relatório da companhia de investimentos Capstone Investiments. 

A rede social de Mark Zuckerberg viu sua base de usuários norte-americanos cair em 0.7% nos últimos três meses e 1.7% no semestre passado, apontou Rory Maher, analista de internet da companhia. O documento foi baseado em uma pesquisa que utilizou um software proprietário para analisar o crescimento do Facebook em mais de 200 países. O relatório também apontou que Hong Kong teve queda de 1.7%, enquanto Singapura caiu 1.1%. Em todas essas três áreas. o site possui mais de 50% de penetração de mercado. 

O estudo também levantou que, dos 23 países nos quais o Facebook possui mais de 50% de parcela de mercado, apenas nove mostraram crescimento de usuários nos últimos três meses. As outras 14 nações apresentaram quedas no número de pessoas que utilizam o site ou, em alguns casos, crescimento menor do que 0.5%. 

“As estimativas mostram que o crescimento da presença do Facebook começa a diminuir ou cair, uma vez que a presença de mercado ultrapassa 50%. Acreditamos que isso pode ser um problema para o crescimento do site no futuro uma vez que, de acordo com nossas estimativas, fora sudeste da Ásia e em alguns países da América Latina, a maioria dos mercados já está se aproximando dos 50% de penetração. 

O Facebook, que atualmente conta com 901 milhões de usuários ativos, conforme informações em seu site, não comentou o estudo. Dan Olds, analista do The Gabriel Consulting Group destacou que o relatório é preciso e que os números ilustram que, com o passar do tempo, o Facebook deve se preocupar. 

Olds apontou que o Facebook capturou mais de 50% população em diversos países, porém isso não é uma comemoração que se estende a longo prazo. “Isso é incrível, entretanto eles nunca chegarão aos 100%. O Facebook sabe disso, claro, e continuará trabalhando para se tornar maior e mais importante na vida de seus usuários ativos. Enquanto que o número bruto de usuários é importante, os fatores que são críticos para o sucesso da rede são quão engajadas essas pessoas estão, quanto tempo passam e o que usam dentro da rede social”, concluiu. 

  Do blog Nora Comunicação



LONDRES - 2012




Sou totalmente contra esse fanatismo (ou ufanismo) que toma conta do país SÓ no esporte,mas tenho que reconhecer o esforço esses esportistas sofridos que não contam com apoio digno do governo ,das confederações;é bom ver que há superação apenas pelo talento e a dedicação.Não porque algum dirigente ajudou ou foi responsável direto por essa conquista. É claro que o Nuzman  vai querer se apropriar da medalha, mas a conquista é dela,da família que a apoiou  e da treinadora.


























sexta-feira, 27 de julho de 2012

AS VIÚVAS DE 1982




Sei que parece heresia futebolística tecer alguma crítica à seleção de futebol de 1982,do técnico Telê Santana,mas não pude me conter ao ver um jornalista(?) fazer uma brincadeira em que a aquele time ganharia a Copa do Mundo da Espanha.Constatei que certas pessoas ainda não superaram o trauma(??)e continuam a lamuriar pelos cantos o quanto o ‘futebol arte’ perdeu naquele fatídico dia.Peraí,perdeu?Vamos por partes.



É claro que uma seleção de futebol que conta com talentos incontestáveis como Zico,Sócrates,Falcão,Éder,Júnior,Leadro e cia ltda, não pode ser desprezada.Ao contrário,um time invejável e com um primor no toque de bola.O mundialito realizado no ano anterior mostrou isso e credenciou a “seleção canarinho” ao título,que não conquistava desde 1970(portanto a cobrança era enorme).Telê soube reunir tantos talentos juntos para render o máximo possível,mas o corte do atacante Careca o obrigou a escalar Serginho Xulapa no time(claramente um peixe fora d’água ,em uma equipe com toques tão refinados).



Com um começo que encantou a crônica esportiva europeia,o time brasileiro criou um status de imbatível e,ao ter a Itália como adversária nas quartas de final,a vitória já era dada como certa.Ledo engano.Aí começou a comédia de erros da imprensa brasileira(como sempre).
Considerar a seleção italiana “galinha  morta” foi um dos muitos equívocos naquela semana.O resultado todos sabem,3x2 para a “Azzura” e com lamentos pelos quatros do país.E esse é o ponto nevrálgico.NÃO FOI INJUSTO E NEM A SELEÇÃO DE TELÊ ERA TÃO MARAVILHOSA E PERFEITA ASSIM! Havia cisão no grupo,onde cada jogador tinha um contrato de publicidade individual ,que o obrigava a comemorar seu gol próximo a placa da empresa que o estava pagando.O time era um primor no toque de bola sim (hoje só o Barcelona se aproxima daquele time),mas a defesa não era consistente e nem tinha volantes de contenção que desse segurança.Ao contrário do time brazuca que era um grupo de craques,a seleção da Itàlia era um time compacto,com bons jogadores,e em nenhum momento esteve ameaçado seu predomínio durante a partida.Tanto que essa vitória culminaria com o título,de forma incontestável.A “tragédia de Sarriá” como ficou conhecida pelas viúvas da crônica esportiva, até hoje é lembrada pela derrota do futebol espetáculo em detrimento ao futebol de resultados.Novamente um erro.A seleção da Itália vinha mal das pernas devido a problemas internos,como em 2006 e,tal qual naquele ano,as dificuldades fortaleceram os jogadores que fizeram de tudo para se superar.E,contra a seleção brasileira,conseguiram, e com estilo.Sem sombra de dúvidas( e sem ufanismo exacerbado) venceu o melhor.



Pode-se dizer que aquela derrota fez com que,no cenário nacional,houvesse um retrocesso que culminou na seleção campeã de Parreira,em 1994.Justo.Até porque a cobrança por resultados era enorme e a escassez de títulos colocava muita pressão na comissão técnica (quem quer que fosse).E se a única coisa da qual o brasileiro se orgulha de ser bom é no  futebol,não conquistá-lo por 24 anos era um acinte.Mostrava sua  fragilidade e sua necessidade extrema de autoafirmação,saciada de tempos em tempos por conquistas da seleção canarinho.Nisso,o pragmatismo de Carlos Alberto Parreira e de seu parceiro Zagallo foi muito eficiente.



E quanto às viúvas,bom ,já se passaram trinta anos,então está na hora de seguir em frente.




quinta-feira, 26 de julho de 2012

CARTA ABERTA A DELÚBIO SOARES




“Olá Delúbio ,você não me conhece(graças a deus) e eu também não,afinal sou seletivo com aqueles com quem mantenho amizade e, você e seus pares do PT se encaixam no perfil.Posso não conhecê-lo,mas já ouvi sobre você e sua atuação como  coordenador das campanhas presidenciais do PTe depois como tesoureiro,idem.Sei que você tem sido muito falado desde que esse escândalo(nunca antes na história desse país houve tanta corrupção...)apareceu naquela fatídica entrevista do Roberto Jefferson à Folha de São Paulo,em 2005.Por causa disso,seus pares resolveram,no melhor estilo “perde-se o anel,mas fica-se o dedo”,que você deveria ser expulso. A expulsão foi aprovada por maioria de votos no Diretório Nacional.Aposto que isso doeu,e muito.Lembro até quando seu nome foi citado na investigação da intrépida Polícia Federal,na operação Máfia dos Vampiros,lembra? O esquema, apelidado de Máfia dos Vampiros, envolvia empresários, funcionários da Secretaria  da Saúde e parlamentares, e teriam desviados cerca de 2 bilhões de Reais da verba da Saúde. As quadrilhas envolvidas no esquema competiam entre si, especializando-se em superfaturar remédios e hemoderivados, daí o nome "Vampiros".É,saiu desse jeito nos jornais á época.Triste ver que você tem sido achincalhado por quem antes o chamava de “companheiro”,aqueles que,junto com você,tinham um ‘projeto de poder’,para fazer frente aos tucanos.






Olha,eu fico meio sem jeito de pedir isso,mas é pelo Brasil (lembra dele?).Se der,conte TUDO o que você sabe.Repito : TUDO.Pelo bem da Nação.É,eu sei,podem fazer com você o mesmo que fizeram com o ex prefeito Celso Daniel e,é claro,morrer não está nos seus planos.Mas,vamos por um momento acreditar que ,com toda essa exposição você e seus familiares (tem família,não tem?)possam estar a salvo,devido as luzes dos holofotes.Isso pode ser muito bom para salvaguardá-lo e preservar a sua integridade física.Aproveite o momento em que estiver frente a frente com os ministros do STF,tão combalido nos últimos anos,e dê a eles uma lição de cidadania e surpreenda a nação com a verdade,toda a verdade e nada mais que a verdade.Nossa,isso seria revigorante e algo para registrar para a posteridade!Consegue imaginar seu nome imortalizado por trazer luz a um dos episódios mais sombrios e sinistros da história recente do pais?Acho que seu ego ficou nas nuvens agora...Pessoas como você tendem a se deixar levar pelo ego.Seja um bom menino e faça com que Marcos Valério e Cia ltda,paguem por seus delitos;que seus parceiros possam ser responsabilizados publicamente por tão graves delitos e que acima de tudo,os “chefes” (você sabe de quem estou falando...)sejam levados a justiça,mostrando suas verdadeiras faces ao povo,ingênuo,alienado que ainda acredita nas figuras messiânicas da política tupiniquim (você sabe de quem estou falando...).Enfim,nos ajude a encontrar a verdade,por favor.Delúbio Soares.

Bom,já me alonguei demais nesse pedido e não quero mais tomar seu tempo.Sei que você deve ter muita coisa em sua mente agora.E só espero que você caia em si e veja a podridão em que está envolvido.Lembre-se:só você pode sair dessa situação.De novo,sei que o medo de morrer,de ser vítima da chamada “queima de arquivo” lhe causa muito temor,mas pense da seguinte forma: daqui há alguns anos haverá uma estátua de bronze em sua homenagem em Brasília e em sua cidade natal Buriti Alegre,em Goiás.Será um monumento à verdade e a justiça.Mas se você resolver acobertar seus companheiros (os mesmos que querem lhe mandar pro abate,sozinho),então a dignidade de uma nação ficará manchada de forma indelével,e sem chance de reverter,pois impunidade é um atraso;que comportamento  imoral,gera comportamento imoral e que tudo que a Constituição representa estará comprometido,ao menos neste episódio emblemático.A escolha é sua : ser a ovelha obediente e ser recebido de braços abertos pelos meliantes que tomaram de assalto a Nação,ou ser reconhecido como a pessoa que trouxe de volta a sensação de que ainda “é possível”?Voce decide.
                         Um abraço


PARA QUEM AINDA DUVIDAVA DA DESCIDA DO HOMEM À LUA...







"Um pequeno passo para o homem..."



RELIGIÃO - SE DISCUTE OU SE ACATA?




Oriundo de uma família católica (bom,o que importa é que eu tenho saúde...) e vendo a mesma família se separar por religião (uns não podem comemorar tal data, outros não querem se misturar com os “pecadores” ou “criaturas” como alguns evangélicos dizem) posso constatar, sem sombra de dúvida que religião acarreta mais desavenças  à humanidade do que se pensa. Se fosse apenas e tão somente desenvolver sua “espiritualidade”, talvez não fosse tão nocivo,quanto o que o ser humano tem feito (e tem deixado ser feito com ele), em nome da religião. Mas muitas coisas nefastas  se tem feito em nome de deus e isso é um grave problema.




Bastaria citar os desmandos da igreja católica (minúscula,mesmo,como seu papel na humanidade) que  certamente matou mais do que os nazistas e com métodos tão escrotos quanto. Mas não pára por aí.
Os hebreus, sempre em sua história invadiram, roubaram, mataram e tiranizaram em nome de deus (ou de seus interesses mesquinhos,questão de semântica).Subentender que uma entidade onisciente,onipotente e onipresente , portanto perfeita, permita que se cometa atrocidades em seu nome ,tudo para atender aos devaneios  egoístas de um povo atrasado e brutalizado,fere a lógica.Um “pai” para um povo e padrasto para os outros...Argumentação ilógica.




O outro povo originário de Abraão (seus dois filhos, Isaac e Ismael são considerados os pais do povo hebreu e árabe,respectivamente),os muçulmanos,também seguem essa lógica “antidiluviana”. Eles estão certos e os “outros” (os seguidores da amálgama judaico-cristã)errados e devem ser convertidos,por bem ou por mal.

Seguindo a filosofia de que deve-se dominar as massas de maneira sutil,Roma incorporou o cristianismo,no século III,pois percebeu que era a forma mais apropriada de ser palatável ao sistema.A população ingênua nem  se deu conta,tal discreto foi o império romano.Nascia aí uma versão grosseira e rasteira do cristianismo,o catolicismo,e com ele toda a intolerância do mundo contra os que pensavam diferente(de  novo,perseguições,intolerância,prisões,torturas,fogueiras,estupros,mortes,roubos,tudo em nome de uma divindade).Esse período ficou conhecido como Idade das Trevas.O nome diz tudo o que a humanidade sofreu naqueles quase 1400 anos.



Tanto desmando acabou gerando uma reação,ou seja,o protestantismo que, na essência,ajudou a enfraquecer a máfia do vaticano que relegou a religião a segundo plano e se concentrou em seu projeto de poder eterno,às custas de sangue de inocentes e riquezas alheias(como você acha que foi erigido aquele complexo gigantesco chamado vaticano?).

Com o passar dos anos,o protestantismo começou a se dividir,a se tornar multifacetado e isso não ajudou a manter uma unidade que fizesse contraponto ao nazi-fascismo da igreja católica.Pelo contrário, desfigurou seu propósito e fez com que,aos poucos,inúmeras seitas fossem criadas.

No melhor estilo “pequenas empresas, grandes negócios”, a vertente evangélica começou a se proliferar pelo planeta afora,mas em especial nos EUA e na Europa.Não demoraria muito pra alguns “homens de visão” enxergassem nesse nicho uma chance de prosperar em pouquíssimo tempo.Trabalhar pra quê?O negócio é montar uma igreja,isenta de impostos e repetir alguns capítulos e versículos que não tem muito nexo (ou lógica,ou razão ou objetivo concreto ou discernimento ou ...bom,você já entendeu). Na dúvida,é só dizer “são os desígnios de deus”.Isso evita perguntas embaraçosas.



Em decorrência disso tudo, começou a aumentar exponencialmente o número de pessoas descrentes com tanta coisa errada,pessoas desencantadas,que passaram a não conseguir respostas lógicas e sensatas para seus dilemas (pessoas assim sempre existiram,mas eram queimadas nas fogueiras da inquisição junto com as mulheres,com os judeus,com os pensadores e filósofos,como Giordano Bruno;todos eram considerados hereges).Os sem-religião acabaram se multiplicando,não por causa da religião em si,mas pelo uso criminoso,cafajeste  e  segregatório  que os homens fazem dela.Se religião fosse um instrumento decente e correto,uma ferramenta que ajudasse a humanidade a evoluir,a parcela de ateus no mundo seria baixíssima.Excetuando-se uma ou outra que não atrapalha,pelo contrário,ampara,o resto das seitas faz com que seus adeptos se comportem como hordas de zumbis,que nada entendem,que nada contestam e que propagam a intolerância contra quem não concorde com eles.E brigam entre eles .Religiosos versus religiosos,bradando que estão certos e os outros errados e vice e versa;tudo em nome de deus,é claro.Guerras são iniciadas por isso.Rivalidades começam por isso.Retrocesso/ atraso cultural e intelectual acontecem por causa disso.Mulheres são rebaixadas na sociedade por causa disso:RELIGIÃO.E vá dizer a um fanático que seu ponto de vista está errado ou que você não concorda com ele.Terá um inimigo para toda a vida. A não ser que você se converta.E nem tente contra-argumentar usando argumentação lógica. Essencialmente seria como “jogar pérolas aos porcos”.



Comecei a escrever este texto ao constatar que,nas redes sociais, os ânimos se acirram a cada dia entre teístas e ateístas.Com um agravante.Comunidades fechadas que deveriam ser usadas para apoio,diálogo e divulgação de assuntos em comum (no caso dos sem-religião)começam a pecar pelo mesmo erro dos adeptos das seitas.Cisão é a pior coisa do mundo,em qualquer atividade humana.E se radicais começam a bradar geral em uma comunidade de seus pares CONTRA seus pares,então se comportam como os xiitas religiosos,fanáticos ao extremo.Uma posição desta deve ser tomada com maturidade e de maneira resoluta,sem espaço pra dúvida.E não por uma revolta  momentânea de adolescente,que fica indignado por ser contrariado em suas desejos egoísticos.

Ter ou não ter uma religião é uma decisão que deve ser tomada com parcimônia e de maneira equilibrada. Caso contrário quando aparecer alguém de opinião contrária a sua, pela frente,é capaz de ter um momento de intolerância que fará com que lembre os ocorridos entre torcidas uniformizadas,também fanatizadas.




Religião muito provavelmente não se discute.Pelo menos não com quem não tem equilíbrio emocional e maturidade intelectual que faça com que  conversa se torne agradável.É pra ser debatido com o intuito de melhorar,aprimorar conhecimentos,trocar informações e experiência.O mesmo serve para quem não possua uma religião.Pois muitos cometem a arrogância de se autoproclamar seres que usam a razão e a lógica.Mas não há lógica alguma em espinafrar alguém,também sem uma religião,só para dizer que você é mais evoluído,que sua ausência de religiosidade é mais completa do que a de seu colega,também sem religião,e também sem acreditar em divindades, mas sem o mesmo hedonismo ferrenho.Daqui a pouco teremos um santa inquisição ateísta,onde um grupo tenderá a  escrachar em praça pública outro grupo,por pensar um pouco diferente.

Já vi esse filme. Começa com uma divergência aqui, outra acolá,passa por um desentendimento,vira um puta mal entendido e acaba em uma subdivisão,gerando rupturas.Não levaria a lugar algum e não diferenciaria ateístas dos teístas.Ao contrário,os colocaria em posição similar:de intolerantes.Debater  e discutir pontos de vista,tudo bem.É salutar e faz parte do jogo.Mas se comportar como hienas no cio e sair por aí (desculpe a expressão) arrotando distorção,é sinal de fraqueza de argumento.Sei que isso não é racional nem tem bom senso.Richard Dawkins e Christopher Hitchens e Stephen Hawking, com certeza,não agiriam assim.



terça-feira, 24 de julho de 2012

Record faz reportagem contra Montenegro, dono do IBOPE






Mexe com a Record, leva o troco. A vida obscura do dono do Ibope, o sempre suspeito Carlos Augusto Montenegro.

ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE...INFELIZMENTE





Se continuar nessa toada,veremos em algumas décadas a extinção de um povo.A não ser que a intrépida ONU faça algo pelos palestinos,como tem feito por outros povos que estão sob o jugo do totalitarismo e da brutalidade sem limites.Traduzindo,o povo da Palestina está FERRADO!!!


E que se dane a geo-política e os direitos humanos...Pobre planeta...




































RACISTAS OTÁRIOS


























A diferença dos racistas do Brasil e dos EUA, é que lá eles sempre foram ASSUMIDAMENTE racistas e isso possibilita processá-los.

Aqui as coisas sempre foram rasteiras,enrustidas,dificultando acioná-los na justiça. Até agora...



segunda-feira, 23 de julho de 2012

DEZ ANOS DEPOIS...

























Dez anos depois da morte de Celso Daniel e as vésperas do inicio do julgamento do mensalão, a deputada federal Mara Gabrilli (PSD-SP) está publicando artigos lembrando que, nos autos, consta que muito antes do assassinato do prefeito de Santo André, “José Dirceu já se esbaldava com dinheiro desviado, oriundo da extorsão feita a empresários da cidade”. E emenda: “Meu pai (era Luis Alberto, da Viação Guaraná) foi um dos espoliados. Todo mês tinha sua empresa invadida por Sérgio Sombra, segurança de Celso Daniel. Ele jogava o revolver na mesa e exigia a caixinha”. Adiante, lembra que o pai tentou mostrar a bandalheira para Gilberto Carvalho (era secretário do Governo de Daniel) e nunca conseguiu nada. “Fui a primeira pessoa a levar toda essa história ao presidente Lula. Ele fez ares de surpresa e depois, mandou um de seus assessores me determinar que não poderia falar nada sobre a conversa que havíamos tido”. ( Giba Um)


(Publicado por Lígia Ramos,no FacebooK)







O MAIS DO MESMO...




Para aqueles que pensam haver resposta seja no PT, seja no PSDB...










Triste país...Ou temos os tucanos ou os petistas.Traduzindo : ou cruz ou a espada.



Palavras Soltas




http://gotejandopensamentos.blogspot.com.br/2012/07/convite.html



domingo, 22 de julho de 2012

OLIMPÍADAS S. A.




       Seria engraçado,se não fosse deprimente ver que a cada quatro anos a imprensa tupiniquim trata os esquecidos e marginalizados atletas de outras modalidades(que não seja futebol) com uma atenção e uma bajulação que causa asco.Pior:agem como se estas pessoas não tivessem existido até aquele momento(momento este em que eles se tornam atrativos para os meios de comunicação).

       Será que o maganos da comunicação sabem que estas mesmas pessoas que lutam pelo “Brasil”(??),não conseguem se manter e tem que conservar um outro emprego,além da modalidade que praticam?Será que os gênios da crônica esportiva entendem que estes abnegados praticam o esporte por amor,já que ficou comprovado que não é pelo dinheiro,que não conseguem ganhar?É de conhecimento dos “doadores de cérebro” da nossa mídia que existe vida além de Neymar?Que há possibilidade de transmissões de outros esportes,desde que haja interesse?Que eventos pouco difundidos,como polo aquático,handebol,futebol feminino e atletismo poderiam ser transmitidos com o mesmo empenho que se tem quando se exibe uma partida de futebol masculino?Que o bolsa-esmola,ops,o bolsa-atleta é de um valor vergonhoso e insuficiente para que o profissional exerça sua atividade com segurança,e enquanto isso,o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro(COB) Carlos Arthur Nuzman consegue se manter com altíssimos rendimentos da própria instituição(só o valo dos seus ternos poderiam custear alguns atletas durante um ano inteiro)?



       Por um acaso, as pessoas não sabem de nada disso?Sabem sim, e de propósito  se esquecem.Uma amnésia conveniente,que acaba desrespeitando os verdadeiros astros do evento (as Olimpíadas).E durante este período,vale tudo.Usá-los como bucha de canhão (na guerra pela audiência),como forma de ter exclusividade ou de mostrar um furo de reportagem,obrigando-os a participar dos eventos ou programas da emissora para divulgar as partidas ou competições.

      Triste país onde estes atletas tentam,com luta e sacrifício manter o esporte em atividade e competitivo,mas tendo que se desdobrar em mais de um emprego para manter este sonho  vivo.Triste país onde um jogador como Neymar consegue ganhar milhões por mês,mas atletas de outras modalidades  não conseguem se sustentar com o bolsa- atleta.Triste...




   Mas o que vale mesmo são as medalhas,a cerimônia,onde o hino é tocado e há a possibilidade de cacifar em cima da conquista alheia.Pior é ouvir o locutor da emissora,que  despreza a modalidade,se apropriar da conquista do atleta quando diz “Fulano ganhou o ouro para o Brasil!!!”.Sério?Achei que ele tivesse ganhado a medalha para coroar seu esforço e seu empenho.Neste caso “Fulano ganhou a medalha para ele mesmo,e para aqueles que o apoiaram desde o início,sem ressalvas.Bom,neste caso,o “Brasil” não ganharia medalha alguma,sob nenhuma circunstância.



INTERNET MÓVEL NO BRASIL É ENGANOSA




http://sensobom.blogspot.com.br/2012/07/internet-movel-no-brasil-e-enganosa.html