Follow by Email

sábado, 28 de julho de 2012

Rio/16 vai deixar um ótimo legado: inferior ao dos Jogos de Seul/88




O grito eclodiu em uma palestra no Instituto de Arquitetos do Brasil/RJ. Ele partiu do engenheiro Manuel Herce, peça importante no sucesso da cidade de Barcelona, ‘made in’ anéis olímpicos.

Mas não ecoou na mídia, a não ser em uma notinha aqui e outro ali, para felicidade geral do governo (federal, estadual e municipal), do irrequieto Carlos ‘Rolando Lero’ Nuzman, do glorioso COB (caixinha, obrigado Brasil), e da turma chapa branca.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de os Jogos de 2016 deixarem para a Cidade Maravilhosa dos bueiros voadores o mesmo legado que Barcelona herdou em 1992, Herce respondeu com três otimistas palavrinhas: não, não e não. 

E referendou: o Rio será aquinhoado com benefícios inferiores aos de Seul/1988 e Londres/2012. A festa deverá ser bem organizada e divertida, mas a cidade continuará praticamente igual, mesmo com a criação de novas arenas e praças.

Ele citou como exemplo o Canal do Mangue, na Presidente Vargas: não há uma ponta de lápis num projeto para recuperá-lo.

A presidente da Empresa Olímpica Municipal, Maria Sílvia Bastos, garante que o legado será dos melhores: expansão do metrô; 150 km de ônibus rápidos; 30 km de veículo leve sobre trilhos; hotelaria saltando de 20 mil para 40 mil quartos... São Tomé já está de prontidão.

Por enquanto, o orçamento da Rio-2016 é estimado em R$ 30 bilhões, semelhante ao que os ingleses gastaram (e não três vezes mais, desculpe a nossa falha).

Porém como ninguém é de ferro na ‘Suíça sul-americana’ e ainda faltam quatro anos... O Pan (demônio) estava previsto para consumir R$ 400 milhões e custou mais de R$ 4 bilhões.


Do Blog de Jose Malia - ESPN


http://espn.estadao.com.br/post/271533_rio16-vai-deixar-um-otimo-legado-inferior-ao-dos-jogos-de-seul88


Nenhum comentário:

Postar um comentário