Follow by Email

domingo, 16 de dezembro de 2012

O Obama, Quem Diria, era um Cara Legal!!






  Como todo político que faz questão de enfatizar que é diferente, Barack Hussein Obama fazia discursos que elevava, e muito, as expectativas com relação a sua pessoa. A princípio se mostrando a antítese de George Walker Bush, suas palavras seduziram multidões (mundo afora), sua retórica rebuscada encantava os deserdados da administração mais bélica da história, mas suas promessas de campanha transpiravam mentiras. Principalmente pelo grau de comprometimento que um presidente americano deve ter com o Establishment . Ainda sim ,seu predecessor fez dele um salvador da pátria, alguém que viria em respostas as preces dos menos abastados; ele, com sua atitude e falácia messiânicas fez dos EUA o país da esperança.

  Nesse vídeo fica claro que ele até tinha ideias próprias e pouco ortodoxas, mas que claramente não se encaixariam no 'status quo' americano.

  Ainda sim, por carência, desespero ou alienação plena, as pessoas acreditaram. Ou seria melhor dizer que "compraram a ideia". Deu no que deu : um presidente sem carisma, com inúmeras falsas promessas nas costas, e dificuldade em se desvencilhar do perigoso sistema, das armadilhas criadas por ele mesmo. O candidato veio até com slogan feito : "Yes we can". Tudo como manda o figurino. Mas a realidade é impiedosa. Assim como o choque ao encarar a verdade.













Nenhum comentário:

Postar um comentário