Follow by Email

quinta-feira, 7 de março de 2013

Hugo Chávez e os "Globetes" de Plantão






Infelizmente no Brasil, as pessoas tendem a "raciocinar", segundo a cartilha da Globo. Se a emissora dos Marinhos aprova alguém ou algo (como a ditadura), então aparecem imbecis dispostos a aceitarem, sem questionar.



Assim foi com Chávez. Quando ele resolveu aumentar o valor do petróleo vendido aos EUA para custear obras sociais na Venezuela, Bush começou a agir nos bastidores para tentar derrubar o cara. A tentativa de golpe de estado (mais um na história dos governos fascistas americanos) deu um enorme apoio à Chávez, quando ele conseguiu superar a crise. Percebendo que era mais difícil derrubar alguém como o presidente venezuelano, Bush tentou então, fomentar a oposição e a imprensa oficial (sempre disposta à atentados contra a constituição do país (exatamente, como aqui no Brasil). Não conseguiu derrubar Hugo,mas criou um certo atrito entre o executivo e certos setores conservadores da sociedade, avessos a igualdade e melhoria da população carente.  A Globo encampou a ideia e manipulou as imagens e deturpou notícias até conseguir o que queria: modelar a opinião pública a seu bel prazer.

 Exatamente como faz com o BBB, em que trouxas perdem tempo em torcer e votar.




Por exemplo: nunca nos noticiários vendidos ao sistema (Globo, Veja, Estadão,Folha) tivemos acesso a uma permuta feita entre Chávez e Fidel Castro. A Ilha, como todos sabem, sofre um vergonhoso embargo, mantido pelos EUA, desde os anos 60. O presidente venezuelano nunca se preocupou com essa imposição e fez um acordo tácito: em troca de alguns profissionais cubanos da área médica ( de todas as especialidades) emprestados por dois anos, o bolivariano cederia petróleo e derivados à Cuba. Algo que foi vantajoso para ambos os países.



Começando pela periferia de Caracas e se espalhando pelas demais regiões pobres do país, o projeto de levar clínicas de qualidade e sem custo algum à população foi um marco na administração de Chávez. E a partir daí o ‘chavismo’ se tornou sinônimo de obras sociais, de preocupação quase que exclusiva com os desvalidos, já que os outros 2% da população já gozava de benesses inimagináveis para o restante da nação.

 Hugo Chavéz falhou em permitir um espaço maior para a oposição, não lidava bem com críticas, mas obras sociais serão seu legado. E para os "globetes" de plantão: os índices de escolaridade, a saúde e a situação da periferia na região da Grande Caracas tem mostrado um cenário muito melhor do que no Brasil. É só consultar o site oficial da ONU para confirmar.




  Site oficial da ONU que enaltece o trabalho de Chávez AQUI


Leia também:




2 comentários:

  1. olá amigão!
    Chávez, assim como Cuba, mesmo com o embargo, fazem governos voltados a área da educação e saúde, e possuem segundo os dados oficiais ( não divulgados pela Globo ) indices de desenvolvimento nessa duas áreas muito superiores ao Brasil ( nós estamos, vergonhosamente, em penúltimo lugar ), um gigante adormecido com o sexto maior pibe do mundo. Os diretores das escolas, cabos eleitorais de políticos em troca desse cargo, fazem administrações que visam conter greves e insatisfação com esses mesmos políticos. Só valorizam o cursos superiores porque lá estudam os burguesinhos, como é o caso da USP e Unicamp, onde pagam melhores salários. A televisão só quer saber de liberdade de imprensa pra ela mesma, assim como os humoristas dessas tvs, mas estão pouco se lixando pra liberdade do povo e dos blogueiros. Cade eles agora, cade a Blogueira Cubana? Só querem liberdades pra eles..Democracia unilateral não é democracia, é corporativismo nefasto. O que essa blogueira cubana quer é alienar a tv de cuba pra servir a interesses corporativistas, já que a imprensa só pensa em si mesma, e por isso recebe todo apoio. E nós? PQP? Cade a imprensa para nos favorecer? Tão mais preocupados em detonar o Hugo Chaves, Cuba e puxar o saco dessa Cubana.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é meu amigo Marcos. Concordo com tudo que vc disse. Mas o que mais me preocupa é o fato das pessoas acreditarem no que sai na Globo, sem contestar. Gente descerebrada que aceita tudo que sai no Jornal Nacional e nem questiona. Nas redes sociais o que mais se viu nos últimos dias foi apologia a morte "merecida" de Chávez. É claro que ele e Fidel cometeram erros. Sempre disse que um país sem opções ideológicas e com cerceamento da oposição (Cuba tem muitos presos políticos que discordam do sistema)é uma nação que não convive bem consigo mesma. Mas ainda sim, tem mais avanços que o nosso país de 5ª categoria. Um abraço

      Excluir