Follow by Email

terça-feira, 21 de agosto de 2012

O INTERESSE FAZ AS PESSOAS PERDEREM A "VERGONHA NA CARA"







Em setembro de 1987, num discurso em Aracaju, o deputado federal Luiz Inácio Lula da Silva, fundador e dono do PT, juntou no mesmo balaio da gatunagem o então presidente José Sarney e os ex-governadores paulistas Adhemar de Barros e Paulo Maluf. Trecho:

“E a Nova República é pior do que a velha, porque antigamente na Velha República era
 o militar que vinha na televisão e falava, e hoje o militar não precisa mais falar porque o Sarney fala pelos militares ou os militares falam pelo Sarney. Nós sabemos que antigamente os mais jovens não conhecem , mas antigamente se dizia que o Ademar de Barros era ladrão, que o Maluf era ladrão; pois bem: Ademar de Barros e Maluf poderiam ser ladrão, mas eles são trombadinhas perto do grande ladrão que é o governante da nova República, perto dos assaltos que se faz”.




    Vergonha na cara é ter sentimento e respeito pela própria dignidade, ter brio. É a demonstração de racional formação ética e moral de quando você se expressa e de quando você age, avaliadas e comparadas com aqueles desprovidos dessa virtude. É a crítica do que se pensa, do que se fala, e do que se faz, em comparação ao que se vê, e sabe-se ser incorreto. É o que mais falta na política e nos detentores de poder público hoje, os políticos e os detentores do poder mentem sem escrúpulos confiando na impunidade, enfim um deboche que nos enfiam goela abaixo, às vezes com vergonhoso amparo legal.




Leia também:

PARECE HOJE,MAS É 1989





Nenhum comentário:

Postar um comentário