Follow by Email

terça-feira, 14 de maio de 2013

Terra do Nazismo, em Pleno Século XXI





Acostumados a violar direitos de cidadãos em outros países, os americanos se tornaram especialistas em atropelar os direitos civis em sua própria casa. Para isso contam com o Decreto Patriota (que de 'patriota' tem muito pouco), que foi assinado por ambos os partidos, Democratas e Republicanos, em 2001, após o atentado de 11 de setembro. Entre os que legitimaram essa infâmia: Barack Obama e Hillary Clinton.

O Decreto permite ao governo invadir a privacidade dos americanos sem autorização da justiça. O Tio Sam pode ler e-mails, grampear telefones, cercear a liberdade e invadir as casas e efetuar prisões sem um mandado.



Essas táticas acabam remetendo ao antigo regime nazista de Adolf Hitler, cujo a Gestapo cumpria o papel que hoje é repetido pelos lacaios do totalitarismo nos EUA.

No vídeo abaixo uma família passa pela humilhação de uma blitz arbitrária, onde o homem acaba sendo atacado com uma arma taser, mesmo na presença de seus dois filhos pequenos e de sua esposa. Mesmo depois de tentar dialogar, a invasão acontece, à revelia dos direitos garantidos pela Constituição.






Difícil imaginar como um país chegou a esse ponto. Como uma pretensa democracia, com tanto potencial, se tornou exatamente aquilo que dizia combater?

Durante décadas o governo dos EUA (seja qual for, afinal são todos variações do mesmo tema) sempre criticaram as chamadas "ditaduras comunistas" e seus desmandos. Mesmo sem saber exatamente o que era um regime como esse, o americano médio acreditou na ideia da democracia em que vivia ser maravilhosa e que os outros eram desafortunados.

Quem diria que as desonras sofridas por pessoas sob regimes totalitários chegassem aos Estados Unidos... E nem precisou de golpe ou guerra. Bastou a ignorância de seu povo para que o nazismo se instalasse silenciosamente. E, aparentemente, em caráter definitivo.


Leia também:

Pra Que Diabos Serve um Jornalista?

O Atentado em Boston, Mais um Trabalho Interno?



2 comentários:

  1. Ola Marcelo
    O nazismo está chegando, e tem gente dando boas vindas a ele..uma denúncia feita de fora sobre violência doméstica, eles chegam lá e a própria mulher justifica que não está havendo nada, o cara diz que apenas estão discutindo, e pronto, acabou. Mas não, sem mandato, pisando e cuspindo da constituição, os famigerados alimentados por filmes de bang e bang ( embora eu goste desse tipo de filme, mas pra certas pessoas com espirito fraco não é recomendado..) e filmes policiais feitos no fundo do quintal, se sentido os verdadeiros maiorias, entram e saem detonando tudo, metem choque no cara e enfiam porrada pra valer..devem estar se sentindo no próprio Afeganistão, esbofeteando muçulmanos, ou na ditadura, torturando manifestantes, matando a saudade dos bons tempos que podia fazer tudo que queriam sem ninguém denunciar...e vamos que vamos
    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Marcão. O regime dos EUA é exatamente o tipo de regime político que eles sempre combateram, ou disseram combater. Nesse vídeo ficou claro a truculência do governo americano contra seu próprio povo. E ainda eles tem a cara de pau de se auto-denominarem "a maior democracia do mundo". Que piada. Um abraço

      Excluir