Follow by Email

sábado, 25 de maio de 2013

SÉRIO QUE VOCÊ CONFIA NA URNA ELETRÔNICA?








"Aqui é um país que finge ser outro país".

Essa foi a frase usada por uma mulher americana ao constatar que é perfeitamente possível (e natural) que uma urna eletrônica seja fraudada. 



video



Numa demonstração simples onde técnicos conseguem provar que é possível adulterar votos em uma eleição usando as famigeradas urnas eletrônicas, uma das participantes do teste cai em prantos por constatar que tudo o que ela acreditava, ou pensava acreditar, poderia ser uma mentira.

Esse é o problema com as pessoas que ainda carregam uma dose de ingenuidade ao encarar o mundo:  o choque de realidade pode ser impactante demais para elas. Talvez por isso os "cínicos", aqueles que olham para o mundo com permanente desconfiança, tendem a se surpreender muito pouco com a hipocrisia ou a perversão humana; pois sabem que tudo é possível. Que os homens e mulheres deste mundo são capazes de tudo, para o bem e para o mal. E quanto mais cedo a sociedade entender o recado, menor a decepção.

Vivemos em um mundo onde impera o interesse, e os nossos destinos e decisões permanecem nas mãos das grandes corporações, que dizem O QUE, QUANDO, DE QUE FORMA as coisas devem acontecer. Apenas o PORQUE é omitido, convenientemente, da equação.

A cidadã americana desiludida com o resultado da experiência, ao perceber que o mundo não era bem como pensava ser, conseguiu uma chance de ouro: o despertar. Mesmo que traumático, mas ainda assim um despertar. Quantos passam sua existência sem perceber que são apenas peões em um jogo com regras que beneficiam alguns em detrimento de uma sociedade inteira. Ao menos ela terá a chance de enfrentar a realidade de maneira justa. Ela faz parte de uma pequena parcela da população mundial que já entendeu o PORQUE.


Leia também:




Nenhum comentário:

Postar um comentário