Follow by Email

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Curiosidades sobre o filme "A Hora do Pesadelo"





- A ideia original do personagem Freddy Krueger era muito repugnante, tinha os dentes sobressaídos da mandíbula, saía pus da cabeça quando se queixava de dor e parte de seu crânio era visível através da cabeça. David B. Miller, o responsável pelos efeitos da maquiagem afirmou que seria muito complicada e nada convincente maquiar um ator dessa forma, e utilizando uma marionete seria difícil gravar com atores reais, dessa forma, aquelas ideias acabaram sendo modificadas.



- O suéter de Freddy deveria ser vermelho e amarelo, mas Wes Craven mudou para vermelho e verde após ler que essas duas cores são as mais chocantes para a retina do olho humano, devido a sua particular combinação.




- Para o primeiro filme, Wes Craven se baseou em uma série de artigos publicados no jornal Los Angeles Times. Neles, eram narrados pesadelos que os adolescentes cambojanos que emigravam para os EUA fugindo do regime do ditador Pol Pot, tinham. As alucinações e ataques que esses adolescentes sofreram acabaram inclusive provocando alguns falecimentos.



- Wes Craven ajudou o diretor Sean S. Cunningham a filmar algumas cenas de “Sexta-Feira 13” em (1980), por isso, perto do final do filme “Nightmare on Elm Street”, Craven deixou que Cunningham dirigisse uma cena sem diálogos.

- Wes Craven nunca gostou do final do filme.

- A versão pornô se chama “A wet dream on elm street”.




- Em uma cena em que Nancy está assistindo “Evil Dead 2” pode-se escutar o ruído da motosserra e ver Ash.

- A rua “Elm” realmente existe e se encontra em Potsdam (Nova York, EUA), Wes Craven a conhece porque estudou na Universidade Estadual de Nova York, em Potsdam.

- Wes Craven baseou a roupa de Freddy Krueger em um mendigo que lhe dava medo na infância e seu nome em um colega de classe, do qual sofria bullying.

- O nome completo de Freddy Krueger é Frederick Charles Krueger.

- Foi a estréia de Johnny Depp como ator no papel de Glen Lantz.



- No momento em que Glen dorme e a rádio perde a transmissão, se ouve que a estação sintonizada é KRGR (que se pronuncia Krueger), bem como no noticiário do filme “Freddy vs Jason”.

- Inicialmente, Freddy Krueger estava destinado a ser um personagem abusador de menores, mas Craven decidiu transformá-lo em um assassino de crianças, pois na época da produção do filme, ocorreram uma série de casos de abuso sexual na Califórnia, que foram muito divulgados e causaram comoção na localidade. Isso poderia polemizar e prejudicar a trama do filme.

- No filme “Evil Dead 2” podemos ver a luva de Freddy Krueger na cabana de ferramentas.





- Segundo uma entrevista com Robert Englund, ele disse que no meio da filmagem, foi com Johnny Depp a um restaurante. Robert estava maquiado e vestido como o personagem, exceto pelas garras. Quando o funcionário lhes perguntou o que queriam, Robert virou seu rosto e o funcionário teve um infarto. Desde então, ele nunca voltou a comer em um restaurante em meio a filmagem.

- Para a sequência do geiser de sangue (morte de Glen), os técnicos empregaram o mesmo quarto utilizado para a morte de Tina. Decoraram o set como se estivesse ao contrário e colocaram a câmera do lado direito, depois, viraram os galões de água vermelha.
- A “New Line Cinema” estava quase quebrando, mas o êxito desse filme a salvou (arrecadou 26 milhões de dólares americanos) e por isso chegou a ser chamada de “A casa que Freddy construiu”.

- As garras de Freddy fazem uma pequena aparição em “Sexta-Feira 13” parte 9, no final do filme, quando leva a mascara de Jason ao inferno.

- A rua em que John F. Kennedy foi assassinado se chamava Elm Street.
- Em 2010 uma refilmagem foi realizada por Samuel Bayer. O resultado foi decepcionante.

Fonte: MedoB




Leia também:





Nenhum comentário:

Postar um comentário