Follow by Email

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

FRAGMENTOS DO BRASIL




   A partir dos anos 80,quando o Rio de Janeiro foi administrado por um governador odiado pela grande mídia (inclusive uma certa emissora de televisão se envolveu em uma manipulação de pesquisa eleitoral para prejudicá-lo),tudo que acontecia no estado fluminense era manipulado e mostrado de forma negativa.O que era ruim ficava mil vezes pior e o que era bom, era ignorado.Hoje,as coisas se inverteram,com os dois fanfarrões Sérgio Cabral (governador) e Eduardo Paes (prefeito).

O que é incompetência crônica é ignorado quase que solenemente por boa parte da mídia.O pouco de bom que aparece,em vez de ser visto como "nada mais que a obrigação" é tido como uma vitória para os moradores do estado;quase como se fosse uma honra para  os moradores serem governados por tão ilustres políticos.Digo isso porque a tragédia que aconteceu nesta quarta mostra uma situação mais grave.Segundo a Folha de SP: "três prédios vieram abaixo: um maior, na rua Treze de Maio (chamado Liberdade), que tinha 20 andares; um menor, no número 16 da rua Manoel de Carvalho, com 10 andares (chamado Colombo); e ainda um imóvel pequeno, localizado entre os dois edifícios maiores" com,até o momento tres mortes confirmadas e segundo o engenheiro civil Antônio Eulálio Pedrosa Araújo, consultor do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea),as obras eram ilegais, pois não tinham autorização do conselho. Ele descartou a explosão de gás como causa do desabamento e apontou três possíveis motivos para a tragédia, segundo o Estadão.

Diante desse quadro nos deparamos com algo mais sórdido ainda.Não é um evento isolado pois há pouco tempo houve uma explosão no centro do Rio,em um restaurante,provavelmente pelo mesmo motivo (vazamento de gás),explosões que atingem em cheio os bueiros da cidade do Rio (e que também atingem pessoas,imóveis,causando acidentes,estragos,prejuízos,pânico),deslizamentos (os deste mês e os que ocorreram no ano passado que até agora não foram resolvido,nem as pessoas tiveram suas vidas de volta a normalidade ,na região serrana(sem contar as vítimas),acidentes em parques aquáticos,etc.
 

O mais chocante nisso é a incompetência generalizada na administração pública (municipal e estadual e,se bobear,até federal) e que é ignorada pela imprensa nacional,assim como se fez vista grossa com os desmandos dos tucanos em SP,por anos,e com o governo Lula.

Nesse jogo de interesses o que está em questão é também,a realização da copa do  mundo e nada pode manchar a imagem de um cartão postal do país,nesse quesito; nem externar eventuais 'deslizes' que possam atrapalhar ao ponto das pessoas contestarem porque se investe quase um bilhão para reconstruir o Maracanã,que já passou por reforma em 2007,se pode-se reverter esse montante para a cidade,para o estado,para quem realmente precisa.

Se não se pode culpar diretamente os políticos pelas mortes,pode-se cobrá-los de maneira contundente,para que o Brasil não acompanhe momentos como este,de comoção nacional,onde  a cidade do Rio se assemelha a um cenário de guerra,tamanho o impacto da explosão e onde a imprensa agora vai querer mostrar de tudo um pouco,explorando os dramas pessoais,transformando tudo em um folhetim barato em nome da audiência,principalmente nos programas dominicais.Deveriam antes ter feito um trabalho investigativo,questionando e cobrando os mandatários da política local.Meio tarde pra isso,não é mesmo?



Nenhum comentário:

Postar um comentário