Follow by Email

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Carta aberta a Sergio Cabral (pai)




Desculpem, mas não tenho o link original. Achei em uma comunidade do Facebook. Ao autor, parabéns.





Prezado Sergio Cabral, 

Nós, que amamos o Rio de Janeiro, vimos através de esta carta pedir a você para nos ajudar a pôr fim à série de atrocidades que seu filho tem cometido contra o Estado do Rio e seu povo. 




A você, que foi (que é) um jornalista importante, que esteve preso pela Ditadura Militar, que lutou pelas Diretas, que é referência da música e do samba no Brasil, faz parte da nossa memória afetiva e, principalmente, deu seu próprio nome ao filho, pedimos gentil e humildemente que nos ajude agora a resgatar também a integridade dos cariocas. 

Sabemos como é doloroso lidar com esse sentimento ambíguo de dor e dever, quando vemos um filho perder-se na vida. Sabemos disso, Sergio. Mas pedimos, de coração aberto, que você pense em todas as outras crianças e pais que estão sofrendo com os desmandos do Cabralzinho. Pense nos índios, na covardia que estão fazendo com eles, no sangue dos nossos ancestrais que certamente corre em suas veias. Pense no futebol, que você adora, e reflita sobre o significado simbólico da destruição do Maracanã. 

Seu filho está fora de controle, Sergio. Ele já vendeu boa parte das riquezas do nosso Estado, já comprou pra si tudo o que podia, e agora quer reeditar os atos institucionais que fizeram de você próprio um refém, algumas décadas atrás. A 'Comissão Especial de Investigação de Atos de Vandalismo em Manifestações Públicas' é um atentado à sua memória e às vidas perdidas na luta por um Brasil democrático. Por favor, não deixe que outras vidas se percam. 

Saiba que você é uma das nossas últimas esperanças. 

Muito obrigado.


Leia também:




Um comentário: