Follow by Email

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

FRAGMENTOS DO BRASIL


 
A "magia" do carnaval talvez não seja tão bela quanto pintam.A imensa maioria das escolas são mantidas pelas 'comunidades',bairros em que as mesmas estão localizadas e que são uma extensão dos seus moradores,que tem orgulho de fazer parte delas.Praticamente todos pagam uma taxa mensal para custear a escola,muitos além de ajudar financeiramente,ainda ajudam com trabalho braçal,construindo os carros alegóricos,confeccionando as fantasias,fazendo a manutenção e/ou reforma do barracão onde são realizados os ensaios.Tudo para poder  fazer parte de algo mais significativo(ao menos,pra essas pessoas...),criar uma identidade com o lugar onde se vive.



Mas o lado ruim,nem todos conseguem ver --ou não querem ver. Se já é desagradável pertencer a uma escola de samba,via de regra,mantida por integrantes do jogo do bicho (ou por integrantes de coisas tão ilegais quanto), coisa que muitos fazem de conta que não é verdade,fica bem complicado quando,às vésperas do Carnaval os dirigentes resolvem escolher aqueles que serão os destaques na escola,durante o desfile.A começar pela rainha da bateria,passando pelos integrantes dos carros alegóricos,quase todas as posições vão sendo oferecidas à pessoas que nunca tiveram vínculos com a comunidade,causando frustração e decepção naqueles que realmente carregam a escola,durante o ano inteiro,nas costas.Pessoas que dedicam muito do seu tempo para trabalhar pelos dirigentes,abrindo mão até de ficar com suas próprias famílias,mas só para ter o gostinho de desfilar no sambódromo.

Para essas pessoas ,um ano inteiro de dedicação,de trabalho árduo,compensa ao saber que terão seus 90 minutos(o tempo,em média,do desfile de uma escola de samba) de glória.Deve ser motivo de desgosto pra esses abnegados colaboradores,ver que a vaga a qual ambicionaram,foi oferecida a um ex integrante de BBB,ou a uma sub-celebridade do momento,que mal conhece a escola,sua origem ou o que representa.E o pior é que esses “artistas”,geralmente sem afinidade com  a comunidade,ganham,e muito, pra desfilarem,pouco importando se não tem samba no pé,ou se no ano anterior desfilaram pela concorrente.

O que vale é chamar a atenção da mídia,usando qualquer subterfúgio,para fazer parte do "maior espetáculo da Terra".Como disse uma vez Mano Brown,dos Racionais MC’s, em sua música VOZ ATIVA :”O carnaval era a festa do povo;era,mas alguns negros se venderam de novo;brancos em cima,negros em baixo,ainda é normal natural,400 anos depois ...”.O pior é que ele está certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário