Follow by Email

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Crônicas de uma Revolução





Quem poderia imaginar protestos de tamanha magnitude? Com certeza, o sistema foi pego despreparado para algo tão grandioso.

No Rio de Janeiro quase 100 mil pessoas; em Brasília, as pessoas conseguiram subir as cúpulas do Congresso; em São Paulo, quase 70 mil pessoas. Vários pontos Brasil afora, não só em capitais, mas em cidades metropolitana também.




Poucos excessos por parte dos manifestantes e, a polícia, com seu repertório manjado de sempre –balas de borracha, spray de pimenta e bombas de efeito moral.
Mas há algo que talvez mereça uma reflexão mais profunda: se na Av. Rio Branco, no Rio, havia cerca de 100 mil pessoas, se em Brasília centenas tomaram de assalto o entrono do Congresso Nacional e em Sampa, milhares se dirigiram á sede do governo estadual, o que impedirá estas mesmas pessoas, insatisfeitas com as condições que lhes são oferecidas, de invadir a Assembleia do Rio, ou adentrar o Legislativo Federal?

A imprensa retrógrada está assustada; o governo está assustado; a parcela da sociedade (a reacionária) está preocupada; o sistema parece não ser mais o mesmo. Talvez nossos governantes tenham forçado demais o brasileiro. Talvez a população esteja em seu limite. O descaso beira as raias do absurdo. O establishment está abalado.




Num país acostumado a se refugiar em seu futebol ou novela alienantes, a onda de protestos que começou timidamente no ano passado contando apenas com as redes sociais, definitivamente abalou o status quo.

Lembrando que a última vez que um número enorme de pessoas se reuniu para protestar, foi para ajudar a derrubar um presidente. Naquela ocasião, deu certo.


Leia também:





6 comentários:

  1. Este é o princípio de uma Revolução anunciada, é o acordar do povo brasileiro.

    ResponderExcluir
  2. Protestar e continuar votando errado não adianta nada. O maior protesto deve ser nas urnas!


    Venho convida a todos para nos ajuda e apoia, a nós doentes crônicos e raros a luta por nossos direitos e melhores condições de saúde pública em nosso pais.
    Visitem a pagina e conheça a proposta do Estatuto Do Doente Crônico.
    https://www.facebook.com/groups/363883993729022/

    Assine o abaixo assinado a favor de leis que ampara os doentes crônicos e raros,
    basta clicar no link abaixo e assinar:
    http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/10950

    Compartilhe essa iniciativa precisamos muito da assinaturas e apoio de todos vocês.
    Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  3. Salutar esse acordar. Os políticos têm q saber q a sociedade tá atenta para o q eles fazem. Concordo em termos q temos q saber votar, contudo o voto em si não resolve se não cobrarmos do eleito as suas propostas de governo. Temos q parar com essa mania de dizer q o brasileiro vota errado, o q devemos fazer é convocar os eleitores às ruas para protestar e cobrar dos seus vereadores, deputados o cumprimento de suas propostas. Política tem q ser praticada no dia a dia, não somente na hora da votação. O protesto é uma forma da sociedade praticar a política. Abçs.

    ResponderExcluir
  4. Lá vem eu lá do G+ pra comentar aqui. Bem eu fiquei desconfiado com tanto protesto por 20 centavos, pra mim isso é massa de manobra. Esquerda financia protestos pra desviar a atenção da votação do Pac 37, pra testar a aceitação da ditadura comunista (vandalismo, opressão, pões culpa nos pms tá de boa)... o povo que participa dos protestos, embora certíssima atitude, são peças, são idiotas úteis, massa de manobra.

    Ps: tem muitas discussões rendendo sobre esse assunto.

    ResponderExcluir