Follow by Email

terça-feira, 24 de abril de 2012

PERGUNTAR NÃO OFENDE



         Quando uma religião lhe diz que :

*É proibido cortar o cabelo

*É proibido se envolver com pessoas de outras religiões

*É proibido assistir TV

*É proibido divergir

*É obrigatório dar parte de seus rendimentos à igreja

*É obrigatório ler as "escrituras"e aceitá-las,sem contestar

*É obrigatório odiar a todos os que sejam "diferentes",mesmo todos,em tese serem irmãos

*É obrigatório convencer os outros de que a "fé" que voce professa está certa e a dos outros,errada e,conseguinte,converter o máximo possível de "infiéis...  


   Parece haver algo de errado com esse jogo.E voce aceita tudo isso?Então está na hora de rever seus conceitos como ser humano,reconhecer que voce vem sendo massificado há séculos e, ao olhar para trás ver que esse percalço chamado religião, não serviu para torná-lo melhor, pois RELIGIÕES DIVIDEM; A SUA FÉ OU A SUA ESPIRITUALIDADE UNE E FAZ COM QUE SE EVOLUA, sem denegrir ninguém, sem vilipendiar ao teu próximo, sem fazer de voce um escolhido (seja lá o que for isso...) e teu vizinho, um proscrito.

Afinal, gostem ou não viemos da mesma matéria orgânica, e voltaremos à mesma, de um modo ou de outro. Seria bom, nesse interím, que houvesse mais tolerância e respeito.Só pra variar um pouco.




2 comentários:

  1. Frequentei uma religião durante um certo tempo.Me senti sufocada,frustrada e roubada.
    Quando o líder da "igreja" me disse que se eu não contribuísse financeiramente com eles,eu iria pro inferno,achei aquilo um absurdo,um disparate total...nem pensei 2 vezes e disse:avisa pro capeta que tá chegando mais um.Depois de um tempo eu soube que ele Vendeu a kombi que pertencia à igreja para comprar um carro particular para ele.Hoje eu não penso em religião ,eu penso em fé.apenas fé.E me sinto bem melhor sem as amarras que eles impõem sobre os outros.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de parabenizá-la pelo depoimento,Claudia.Requer muita coragem fazer o que voce fez.Muitas pessoas se sujeitam a isso,de maneira vexatória(conheço vários exemplos,inclusive na minha familia)e voce,ao contrário,rompeu a 'corrente' que te prendia.Isso foi um passo importante.Entre a hipocrisia e sua vida,a escolha foi por voce mesma.Isso é muito bom.E quero deixar bem claro que o meu post não generaliza as religiões.Muito ao contrário.Há gratas exceções e são elas que devemos aplaudir por não se corromperem e nem levarem pessoas a serem desvirtuadas.Um grade abraço,Claudia e parabens pelo seu comentário.

    ResponderExcluir