Follow by Email

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Marco Feliciano - A Isca Perfeita





  Alvo de inúmeros protestos de várias partes da sociedade civil (artistas, ONGs...), o "pastor" Marco Feliciano, da igreja Catedral do Avivamento, se tornou o assunto preferido nas redes sociais, devido as suas declarações homofóbicas e racistas. Mas essa exposição maciça caiu como uma luva para algumas figura políticas que estavam no olho do furacão.






  O caso de Renan Calheiros é emblemático. Um típico político 'ficha suja', enfrentando processo no STF, que renunciou para não ser cassado em 2007 que, ao chegar novamente ao Senado viu manifestações populares contrárias à sua posse como presidente do Congresso se multiplicarem.

  Com quase 1 milhão e meio de assinaturas, mesmo contando com o silêncio conivente de boa parte da imprensa, o senador alagoano se viu em uma saia justa. Evidente que o fator "Feliciano" apareceu em hora oportuníssima.




  Dilma Rousseff também abençoou a chegada do pretenso religioso à Comissão dos Direitos Humanos, que contou com uma ajudinha do PT.

  Com índices de inflação preocupantes, com uma Petrobrás desvalorizada no Mercado de Ações, o aumento abusivo dos remédios e a seca brutal que assola o Nordeste que o Executivo foi incapaz de combater, Feliciano veio, providencialmente, desviar o foco dos problemas, evitando que os índices de popularidade da presidente caíssem subitamente.




  Assim como a dupla de carrascos Sérgio Cabral/Eduardo Paes, que fustiga os moradores do Estado e da Cidade Maravilhosa com suas negligências habituais, dando atenção máxima à Copa do Mundo e às Olimpíadas, ignorando o sucateamento da saúde e da educação.




  Nessa hora, o "milagre da desfaçatez humana" conta com um patrono: São Marco Feliciano.



Leia também:

VOCÊS, POLÍTICOS...

A Desordem e a Falta de Vergonha






Nenhum comentário:

Postar um comentário