Follow by Email

domingo, 28 de abril de 2013

A Copa do Mundo é Deles; a Conta é Nossa





Em mais um rompante de porta voz do sistema, a Rede Globo de televisão realizou recentemente uma “matéria especial” sobre o andamento das obras dos estádios que irão sediar tanto a Copa das confederações, quanto a Copa do Mundo de 2014 de propriedade da Fifa.




O resultado, como era de se esperar, foi extremamente favorável à Fifa e ao evento.
Sem mostrar as discrepâncias nas obras, nem citar os relatórios do Tribunal de Contas da União que apontam superfaturamento em, praticamente, todas as construções. O resultado, como era de se esperar, foi extremamente favorável ao evento e é claro, à Fifa.

Acompanhe a comédia de erros que foi a reabertura do estádio Mario Filho:





Como lhe agrada a ideia de ignorar a verdade e divulgar a mentira reconfortante, a Globo prestou um desserviço à nação. Preferiu se ativer a assuntos frívolos, como a dos funcionários que poderão assistir ao jogo inaugural, de graça; achou mais cômodo falar da história do Maracanã, outrora maior estádio do mundo; citou, efusivamente, o jogo dos amigos do Ronaldo versus os amigos do Bebeto, dois ex-jogadores a serviço da mamãe Fifa.




A emissora carioca se esquiva (isso é de praxe) de temas espinhosos, como as desapropriações arbitrárias no entorno das obras, o desvio de recursos públicos, direta ou indiretamente, para construir ou reformar as sedes da Copa, as absurdas proibições como não poder comercializar acarajé, na Bahia (concorrência com o McDonald’s, patrocinador oficial?) durante o evento e a suspensão da festa junina tradicional em Salvador. Pelo visto, quadrilha, só na Fifa.

Ninguém viu veiculado no Jornal Nacional, vulgo a Voz do Brasil, o vídeo abaixo, onde a PM age como Gestapo, fazendo de tudo para que manifestantes não estraguem a reinauguração do Maracanã:






Com o conveniente apoio da mídia vendida ao sistema fica fácil para o governo federal bradar aos quatro cantos que tudo caminha com perfeição. Isso em um país que prima pela miséria, pela desigualdade social alarmante e que tem um sistema educacional ridículo.

Com uma ajuda tão providencial como a da emissora oficial do regime militar, a tarefa de desprezar a seca no Nordeste e seus efeitos assustadores, em prol de algo tão supérfluo, feito para poucos lucrarem, se torna menos complicada.




E a verdade? Ora, a verdade... Nada como uma boa cota de publicidade do governo federal para fazer da 'verdade' algo mais “agradável”.



Leia também:






5 comentários:

  1. Amigo, tá certo que muita coisa me indigna nessa copa, mas o que mais me indignou foi a forma cruel e desrespeitosa que trataram meus ancestrais índios, para dar lugar a um museu de merda ( ou seja lá o que for ) Imbecis dos governantes acham que índio é marginal, e aquele idiota na comissão não tá nem ai, ainda arranco aquele sorriso arrogante de merda da boca dele...acho que um belo boicote pra esse copa não ia mal...
    abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho ótima a sua ideia, Marcão. Boicotar o evento. Agora, com relação ao que aconteceu com índios no RJ, me incomoda a passividade de setores da sociedade e o conluio da imprensa vendida ao sistema. E assim caminha o nosso país...Um abraço

      Excluir
  2. Realmente... "Isso é uma vergonha!!!"
    abs.
    Eloy

    ResponderExcluir
  3. Um evento privado bancado pelos governos municipais, estaduais e federal. è a privatização do lucro e a socializaçao do prejuízo. Como sempre a Polícia age como um cão de guarda dos que têm muita grana. Para a Polícia quem não usa farda é inimigo. E falam que vivemos em uma DEMOCRACIA. A democracia só é válida para os que são donos da bola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Vanderlei, em casos como este parece que vivemos em um estado de sítio. E o silêncio da imprensa torna a coisa toda mais nojenta. Um abraço

      Excluir