Follow by Email

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Caro "nobre" Deputado Eduardo Cunha...





Caro "nobre" deputado Eduardo Cunha,


acompanhei, num misto de revolta e decepção, sua posição sobre o polêmico Marco Regulatório da Internet.



Talvez "vossa excelência" tenha esquecido o que realmente está em discussão aqui: o interesse do público, e não das empresas. Nos moldes atuais as gigantes do setor continuarão grandes e poderão cercear a liberdade de expressão como a conhecemos. Do blog do conceituado jornalista, Luiz Carlos Azenha: " Pelo acordo que está sendo encaminhado por Eduardo Cunha, a Globo negociaria ao menos parcialmente a neutralidade na rede e ficaria com o artigo que garante que os direitos autorais no Brasil se sobrepõem aos direitos humanos." Veja AQUI.


Isso é revoltante. Onde foi que o Congresso errou ao apontar para essa direção stalinista, ajudando a manter o 'status quo' midiático, tão deplorável quanto degradante? Por um acaso o "senhor deputado" tem sofrido ameaças ou retaliações caso queira advogar em favor do povo, em detrimento das empresas? Se sim, denuncie à imprensa, e lhe garanto que terá o apoio necessário para continuar a luta em prol do que é lícito e probo. Iremos defendê-lo, se for o caso.

Jamais em minha vida me dignifiquei a escrever a um político; mas a situação é tão grave, o que está em jogo é tão sério, que não pude me furtar a manifestar. 

Lembro-me do imbróglio do apartamento envolvendo seu nome, acusado pela deputada Cidinha Campos. Quero crer que não passaram apenas de difamações levianas, que surgiram num debate acalorado na Assembléia do Rio. Torço para que a infâmia seja erradicada de sua vida política.  Entenda o caso AQUI.

E, em troca desse voto de confiança (em sua inocência desse suposto escândalo), peço que você lembre que são os votos dos seus eleitores, mais do que o lobby das empresas, que o mantém na vida política até hoje. Ir contrário aos anseios da nação, em prol de meia dúzia de empresários que visam o lucro a qualquer preço e da maneira mais espúria possível, fere a mesma confiança que eles vem depositando em você, desde o início de sua vida pública, quando adentrou as fileiras do PPB, em 1994. O que vale mais: sua dignidade e fazer valer a verdade e a justiça, ou perverter os ideias democráticos para salva guardar interesses corporativos? Espero que sua "consciência" lhe responda. 

P.S.- A propósito: divulguei a informação e a respectiva fonte nas redes sociais. Publicarei em meu blog os dados relativos a esta notícia, para ajudar as pessoas a perceberem a extensão do problema. Isso vai possibilitar uma ampla visão e seu conseguinte diálogo com seus eleitores e com seus admiradores. Confesso que não sou nem um , nem outro; mas me contento em publicar nas mesmas redes sociais e em meu blog a boa notícia, de que estava errado a seu respeito. Que Vossa Excelência lutou por NÓS e não por "eles". 

Meu nome é Marcelo ,sou paulistano  e sou politizado, com muito orgulho. Espero que este e-mail chegue à sua pessoa, e não apenas a um de seus subalternos; afinal, o tema pede atenção plena e resultados práticos e justos. E conte com o apoio da nação contra os interesses mesquinhos dos barões da mídia.

Um abraço e tenha um "ótimo dia".

Leia também:






2 comentários:

  1. Essa Rede Globo só tá a fim de ferrar os internautas, agora pra mim postar a foto de alguém que quero denunciar vou ter que pedir permissão ou pagar direito autoral pra ele? Absurdo! E esse Eduardo Cunha, francamente, devemos notificar esse cara a todos que trabalham com internet que serão responsáveis pela sua derrocada se votar nele!

    ResponderExcluir
  2. Exatamente essa foi minha intenção, Marcão; chamar a atenção para um grave problema, usando de fina ironia, é claro, expressar meu descontentamento e conclamando as pessoas a debaterem e a pressionar o deputado. Cheguei a postar o e-mail dele nas redes sociais para que fizessem a cobrança em massa. Vamos esperar que dê certo. Um abraço.

    ResponderExcluir